Luto Evasivo *** É daí Que Surge O Pior!





Quando rompemos um namoro, logo queremos substituir por outro. Às vezes, isso até acontece, mesmo com as frustrações do antigo. Você entra num relacionamento novo toda cheia de feridas e decepções. É como se o mundo gritasse para você: - Arranje outro que tudo melhora! Só um novo amor para fazer morrer o velho. 

O luto evasivo não nos permite crescer. Tornam-nos as piores pessoas. Nada pode substituir uma dor com outra qualquer diversão ou acontecimento e até mesmo outro sentimento. Realmente, as pessoas querem fugir de suas dores. É melhor, é mais fácil e menos doloroso. Queremos substituir o mais rápido possível.

Mas, essa é a forma errada de resolvê-la. Tanto para nós como para as pessoas com quais nos relacionamos e com quem iremos nos relacionar futuramente. O pesar não é uma emoção fútil, efêmero porque cada dor é redimido pelas mãos de um Deus rico. O luto, na verdade, é uma forma de ter um encontro honesto, sincero com a dor. É daí que vem a sabedoria, o crescimento pessoal, caráter, resolução e também visão.

Sentir profundamente um mundo caído é uma causa de luto digno. Sentir intensamente crianças sendo mortas, abusadas sexualmente, abortadas pelos pais, ver as violências em estado crescente e sentir uma dor incessante é entrar em contato com a dor dos outros e querer uma mudança urgentemente. Sofrer por uma decepção amorosa, por uma perda daquele seu "amor" faz você amadurecer quando as enfrenta dignamente.

Fugir da dor não é o melhor caminho, é o pior!

Enfrente-os! Sinta-os! 

Permita que Deus use essa dor para moldar seu coração e para que ajude outros. Tudo que nos acontece tem um propósito divino, principalmente, as dores da nossa alma! Talvez, o que falta é olhar para esse Deus que é tão rico!

"Mas tu enxergas o sofrimento e a dor;

observa-os para tomá-los em tuas mãos"

Salmos 10:14a



4 comentários

Postagens mais visitadas