Um Baile Sempre Me Cativou...




escritora underground
Como queria acertar com ele, como queria que fosse ele!
Uma quarta-feira de chuva. Lembro-me que quando criança(e até hoje bem sei) os dias em que choviam eram para mim deliciosos. Adorava sair de minha casa, chamar minhas irmãs, amigas e tomar um banho de chuva. Era uma das minhas melhores alegrias, ríamos incansavelmente.

Quando vejo uma imagem de chuva ou alguém com guarda-chuva, ou literalmente a chuva, certamente meu coração pula bem alto (você já deve ter reparado nos posts que tenho aqui! srrsrsr....)

E olhando ao meu redor em meio a tantos escritos para serem feitos hoje, pego-me a refletir. É o que tenho feito bastante ultimamente: refletir! 

Bate aquela vontade de querer que as coisas fossem diferentes. Que eu pudesse mudar algumas delas como num passe de mágica. É, eu sei que isso só depende de mim, somente de mim, mais ninguém!

Queria muito que minhas escolhas daqui para frente fossem certeiras. Óh, Deus dá-me discernimento para saber o que vem das tuas mãos tão amorosas e suaves. Que eu compreenda quando algo vem de Ti e quando não vem. Principalmente, nas relações amorosas.

Queria que seguissem um novo rumo, de tantos e vários "nãos" pelo caminho, certamente eu creio um dia que esse "sim" chegará. E, como queria que ele chegasse logo. 

É engraçado que a cada rapaz que tenho um relacionamento sempre acredito que é ele a pessoa para mim. Mas, com o tempo Deus mostra que ainda não é. E a cada novo conhecer, uma descoberta.

Espero que daqui para frente essa descoberta seja certeira.....rsrsrsr. É como tenho orado a Ele: que eu não erre nessa área de minha vida. É a única coisa que não desejaria errar: a escolha do meu parceiro.

Isso parece que tem mexido com alguns amigos meus, ora e meia perguntam-me: Como pode você estar solteira...hahahah...nem eu sei...talvez, essa foi minha escolha, ou talvez, a escolha de Deus....Só sei que aguardo em silêncio como Jó...que preferiu calar-se e apenas esperar, em silêncio!

Um baile sempre me cativou. Não sei nem para onde vai, nunca nem estive em um, mas adoraria estar e dançar com ele. Sua presença se tornasse real. Ouvir sua voz seria como um lindo sonho de amor. Olhar nos seus olhos, um momento inesquecível.

Conversar mais com ele, na verdade, que ele me chamasse para conversar. Que ele dissesse que sou a mulher que estava a procurar, e que a encontrou. Que de tão longe pudéssemos estar mais perto.

Não apenas conhecer uma parte, mas todo ele. A cada novo escrever, uma linda mensagem ao meu coração. Como queria acertar com ele, como queria que fosse ele. 

Esse post é para ele. 

E a chuva cessou...um novo sol se abriu...

" Então Jó respondeu ao Senhor: 
sou indigno; como responder-te...
 Ponho a mão sobre minha boca. 
Falei uma vez, mas não tenho resposta; 
sim, duas vezes, mas não direi mais nada.
Depois, o Senhor falou a Jó do 
meio da tempestade:......................"
Jó 40: 3 - 6



2 comentários

Postagens mais visitadas