A Mulher Submissa Sabe Que...


Tenho notado em nossa sociedade atual a desvalorização do papel da mulher diante do seu lar ou diante do que ela é para si mesma.

A mulher tem uma grande influência na sociedade. Acredito muito nisso. Na verdade, quem dita uma nação é o nível da mulher que está ao lado de um homem. Nação forte vem de famílias fortes, bem estruturadas. 

Pouco o homem interfere, mas a mulher tem total interferência. Estude a vida de grandes homens. Quem aparece é o homem, mas quem está nos bastidores e na contra regra é a mulher. Quem é o mais importante? Não existe, ambos cumprem o seu papel. Individualmente.

A palavra submissão tem estado distorcida diante do que vivemos hoje. As pessoas que a tem usado para definir um tipo de mulher submissa, na realidade, não entende o verdadeiro papel que compete esse caráter. Sim, ser uma mulher submissa tem mais a ver com o amor e respeito que posição ou hierarquia. 

A mulher não precisa estar acima e nem abaixo de ninguém, ela é o que é e pronto! A mulher submissa sabe que o valor que possui não está em posições, seja quais forem (no lar, trabalho, faculdade, salário) em relação ao homem. Deus a honra quando cumpre o que Ele diz em sua Palavra em relação ao seu cônjuge ou quando se está solteira.

Infelizmente, é algo que tem destruído nossa sociedade. São vários os movimentos feministas passando um conceito que “agrada” a alma da mulher, ditando direitos, colocando a nudez como forma de provocação. Pouco efeito!

O mais engraçado é que colocam a mulher submissa em um nível muito baixo, muito inferior, porém essas mesmas mulheres demonstram baixa autoestima, insatisfação com sua vida, revoltadas com o cenário do mundo, agressivas, infelizes e não vemos o principal em suas vidas – o amor, a ternura, a feminilidade aguçada. É só conviver com elas e estudá-las...rsrsrsrsr..são chatas, ranzinzas...srsrrs

A chave da questão é o relacionamento baseado em amor e respeito entre um homem e uma mulher. Se há isso, a submissão pouco importa. Não está associado a ser capacha, a ser aquela mulher que faz tudo o que ele quer, manda e desmanda. 

Submissão é amor e respeito, apenas! Nos submetemos a Jesus por amor e respeito, pelo o que Ele representa para nós, pelo que Ele é e o que fez na cruz e faz em nossa vida. O homem que entende isso e dá valor, vai tratá-la da mesma forma. 

Que possamos filtrar as filosofias deste mundo feminista. De nos concentrarmos no que a bíblia diz, pois surge efeito maior e mais significativo na nossa vida e na sociedade. Deus é Deus!!

“Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como ao Senhor..”
- Efésios 5: 22

"Submissão não tem nada a ver com autoridade e nem com obediência; tem tudo a ver com relacionamento de amor e respeito" - William Paul Young
(Romancista canadense e autor do livro "A Cabana")
Postar um comentário

Postagens mais visitadas