Criamos "MONSTROS" que não existem..





Tive muitas situações na vida que já me deixaram com muito medo. Medo de agir em favor da verdade, realizar algo que era para o meu bem, resolver conflitos, começar um novo projeto, extrair coragem dentro de mim. Enfim de viver o melhor e de maneira plena.  

Também de vez em quando fico com umas neuras, sabe? Aquelas que você fantasia e viaja na maionese...heheh....Mulher tem esse problema de colocar coisas que não existe na cabeça. Cria e imagina a cena e desconfia até para onde o namorado está olhando ou o que está fazendo...sempre pensa o pior! rsrsrr

A mente humana é por demais sagaz e o emocional pior ainda. Elas mentem para o nosso "eu" de forma tão convincente que chegamos a ter certeza daquilo que vemos. E na realidade, a certeza maior está no não ver. Aquilo que está às ocultas é a verdade e de grande valia. 

Deus vê tudo no oculto e nada se esconde dos seus olhos! Portanto, somos a verdade no oculto e não no que aparece diante de nossa vista. Podemos enganar os outros e a nós mesmos achando que eles acreditam no que falamos e agimos, porém, a Deus ninguém engana! Tememos o Seu Nome e a Sua Onisciência. Um dia, Ele nos pega na mentira, em nosso ato de fingir!

Diante dessa pequena explanação, a mente e a emoção cria "MONSTROS" que não existem. Na verdade, eles existem apenas em nosso pensar e sentir.

Lembro-me de centenas de circunstâncias que imaginei mentalmente e que nada aconteceram. Na realidade tudo que pensava era o oposto, ou seja, não era nada...rsrrsr. Apenas criei monstros que ao final de tudo me impediram de agir corretamente e só me causaram sérios transtornos. Puxa vida...como me enganei - depois pensava! 

Devemos tomar muito cuidado com isso. Muito mesmo, pois uma coisa tão simples de fazer torna-se complicadíssima. O pior disso é a perda causada pela falta de sabedoria nossa. 

Perdemos a chance de conquistar aquela pessoa que gostamos, a admiração dos outros, a confiança da família, a amizade de um amigo, e outras perdas. Só porque havíamos criado monstros em nossa mente. 

A melhor maneira que encontrei para acabar com essas "neuras" é enfrentando a situação com coragem e me dispondo a dialogar comigo mesmo.

O diálogo serve justamente para esclarecer o que anda confuso na nossa mente. Se for o caso de se ter alguma dúvida com alguém, então, aja na verdade sem medo de perder a confiança dele. Procure saber dos fatos e não se precipite imaginando coisas que não tem nada a ver! 

Dialogar é um ato louvável, mesmo diante de um erro cometido. Assumir a culpa e arcar com os prejuízos atrai a admiração e libera perdão a fim de se viver sem peso de consciência.

Outra maneira que encontrei é parar de pensar tanto. Quanto mais colocamos a energia nesses monstros, mais eles tomarão conta de nosso ser nos levando a cometer atos absurdos e imprudentes.

Deus me ensinou a orar e pedir que tire isso da minha cabeça. E isso tem funcionado para mim. Tento buscar a Deus e descansado, direcionando o meu pensar em outras atividades saudáveis. 

Quanto mais damos atenção a esses monstros, menos conseguimos agir com sabedoria. Vá caminhar, espairecer, dormir, conversar com alguém que se confie. Só assim poderás excluir algo que se criou na própria mente e que, na verdade, nada são!

Largue esses monstros e deixe essas neuras. Não tente alimentá-los. Peça força de Deus e sabedoria em tudo, pois certamente Ele não te negará! E muito cuidado com os teus pensamentos e sentimentos!

"As armas com as quais lutamos não são humanas; pelo contrário, são poderosas em Deus para destruir fortalezas"
- 2 Coríntios 10:4

"Monstros existem, mas eles são muito poucos para serem verdadeiramente perigosos. Mais perigosos são os homens comuns, pessoas prontas a acreditarem e agirem sem fazer perguntas"
- Primo Michele Levi
(Judeu italiano, químico, escritor, romancista, poeta, contista, ensaísta)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas