Aquilo Que Fazemos Por Alguém





Estamos tão acostumados em "receber" algo de alguém que não percebemos o valor contido em um simples feito ou presente. 

Parece-nos normal alguém nos presentear seja com um objeto ou favor concedido como se tivesse a obrigação de fazê-lo e nem percebemos que ali presente é a demonstração do sentimento e afeição sentida por nós. 

E assim levamos como algo normal. Do cotidiano. 

A normalidade das situações, dos feitos, jamais podem obscurecer a nossa percepção sobre o amor na prática.

Mesmo nas simples e mais corriqueiras situações do dia devemos enxergar além. 

Pode ser uma atenção em que o outro lhe deu, mesmo estando lotado de afazeres. Ou quando ajudou em uma tarefa pelo qual ele mesmo tinha inúmeras delas, mas largou apenas para contribuir com o que você necessitava.

Pode ser ainda um rabisco feito por uma criança que continha uma caricatura sua com um outro alguém. Certamente, essa criança não lhe deu apenas um papel desenhado. 

Ali continha o seu sentimento de carinho por saber que você viajaria para um lugar distante, sem a pretensão de retornar. Não posso enxergar apenas um simples desenho. Não posso! Nego-me!

E assim, poderíamos relatar os vários momentos em que um "ser" fez algo para e por nós. Talvez, você esteja lembrando agora de algum acontecimento parecido e sentido.

Não enxergue apenas o que vê; perceba os sentimentos contidos junto! Eles vem e vão conosco. Não vemos e nunca poderemos ver, pois são invisíveis.

Quantas vezes recebemos benfeitorias de Deus todos os dias em nossa vida e dificilmente reconhecemos e percebemos os sentimentos e o cuidado dEle por nós. 

Não notamos por conta de definirmos como algo normal ou faz parte da rotina, ou para ser mais presunçoso, recebi por causa do meu esforço, fiz para acontecer, veio de minhas mãos.

Ou foram as boas energias liberadas que me fez viver o que vivo, ou as forças positivas da natureza que me proporcionaram a sensação, ou os bons fluidos, enfim, tudo! Menos o Criador de tudo. Menos, Jesus. Menos, Deus.

Certamente, além do que se vê, os sentimentos estão lá. É Deus quem nos dá tudo até para conseguirmos o que queremos. Até o que vivenciamos em um momento especial. 

Aquele sonho de ver o mar de pertinho e sentir as águas com as próprias mãos, foi Ele que nos permitiu experimentar. Vem dEle, sem dúvida. O reconhecimento vai de cada um. Ele é tão bondoso!

Não posso enxergar a cruz e o sangue derramado como apenas uma figuração de uma morte. Ali foram junto, os sentimentos e a decisão de amar um ser que nem sequer me nota, me reconhece, me ama! 

Nego-me a ver apenas uma cruz e uma tumba vazia. Ele vive! Ainda que, por puco tempo, em sua invisibilidade. 

Tudo o que fazemos ou recebemos de alguém é mais do que se vê, estão contidos os sentimentos. 
Que percebamos a todo instante!

"Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos"
- João 15:13



Postar um comentário

Postagens mais visitadas