Palavras que guardamos dentro de nós...





Existem palavras tão lindas a serem ditas para alguém, mas que relutamos em falar por algum motivo. Seja pelo nosso orgulho, medo, egoísmo, timidez, vergonha ou não acharmos importante dizer.

Também pode ser que esperamos à hora certa, uma ocasião especial ou que temos todo o tempo do mundo. E, assim, nunca dizemos nada. No entanto, é uma ilusão de nossa mente tal pensamento.

“Cada palavra não dita é um peso que se carrega, é um pouco de nós que se perde, é uma ação que não tomamos, é uma vida que não temos” - Gustavo Santos

As palavras que guardamos dentro de nós podem nos causar uma dor muito maior sobre aquelas que, simplesmente, dizemos. Acredito que não há melhor momento para expressar os nossos sentimentos quanto ao dia que se chama “hoje”. O amanhã pode ser que não chegue!

Deus tem me ensinado que as palavras sinceras devem ser ditas e que elogios sempre fazem bem às pessoas. Se gostamos delas, se a admiramos, se nos inspiram, porque não fazer com que elas saibam?

Ao negarmos essa atitude, perdemos grandes chances de tornar o dia dela ou dele melhor! Talvez, essa pessoa esteja exausta, cansada, querendo desistir, mas essa palavra poderá animá-la, fortalecê-la e impulsioná-la a continuar. 

E, consequentemente, o nosso dia não seja bom por conta de guardarmos para nós, de não expressarmos o que sentimos. Podemos de nos arrepender – um dia!

Berit Brogaard, filósofa dinamarquesa e americana especializada em neurociência cognitiva, em sua publicação com o tema "O que nós dizemos quando expressamos o que sentimos", afirma que: "O discurso que contém o verbo "sentir", quase sem exceção, pretende descrever a experiência interna".

Isso significa que ao sentirmos algo por alguém é porque obtivemos uma experiência em nossa alma por meio dessa pessoa e esta foi significativa, tocante e boa. 

“As palavras agradáveis são como um favo de mel, são doces para a alma e revigoram a saúde e a alegria de viver”- Provérbios 16:24

Somos movidos por palavras


Todos nós gostamos de receber elogios, uma palavra animadora, de apoio, não é verdade? Acredito que você ao executar um empreendimento, um negócio ou até mesmo realizar uma simples tarefa, ficaria feliz de ouvir palavras agradáveis e elogios sinceros.

É maravilhoso ver o nosso trabalho ser reconhecido ou a nossa conquista ser aplaudida. Não aquela coisa bajuladora que a gente sabe reconhecer, mas algo que vem realmente do coração. Uma pessoa bem resolvida consigo não se sentirá orgulhosa ou acima dos outros, mas agradecida.

“As palavras são um remédio para a alma que sofre”- Ésquilo

Deus e as palavras...


Vejo muita essa semelhança no relacionamento com Jesus. Ele ama quando o elogiamos por tudo que fez e faz em nossa vida, ao nosso redor, com a nossa família, no mundo todo. Ele sente felicidade quando o elogiamos pela obra de sua criação. E, assim, também somos nós!

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança...” - Gênesis 1:26a.

Somos à sua semelhança e também sentimos prazer em ouvir elogios, alegra o nosso coração. Nosso dia muda ao sermos impactados com palavras animadoras, que nos coloca para cima, nos eleva!

Ao contrário disso, nos matamos sozinhos quando não verbalizamos os nossos sentimentos. Guardamos tanto que isso passa a nos sufocar, esmaga nosso sentido de existência. 

Até que a pessoa vai embora e o que fica é o arrependimento de nunca ter dito o que sentia. O que resta é “porque não expressei o que sentia por ela?” “Como queria que o tempo voltasse!”

Assim, que possamos verbalizar os nossos sentimentos quando quisermos que o outro o saiba. Que deixemos o medo de lado ou a timidez e atuemos com coragem elogiando quando vermos algo bonito, digno de ser admirado e aplaudido.

Que as nossas palavras sejam ditas. Que não fiquemos em silêncio. Iremos morrer antes do tempo se não dissermos o que sentimos. Que enchemos o nosso interior das verdades de Deus e a transmitimos ao nosso semelhante.

“A ansiedade no coração do homem o abate; mas uma boa palavra o alegra”
- Provérbios 12:25

“A palavra é o espelho da alma: tal o homem, tal a palavra”
- Públio Siro
(Escritor latino na Roma Antiga)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas